Eficiência energética para sistema de climatização

SDS Automação realiza projeto de eficiência energética em sistema de climatização da malharia, na Marisol SA, gerando uma economia mensal em energia elétrica de 35%.

Eficiência energética é a gestão eficiente do uso da energia elétrica, fazendo com que a indústria seja mais rentável e reduza um dos principais gastos nos processos produtivos.

Nas empresas, os motores elétricos são responsáveis por quase 70% de toda a energia consumida dentro de seus processos.

E é nessa parte que a SDS Automação entra para ajudar no processo.

Nossos técnicos fazem uma avaliação dos motores, inversores e tudo que está relacionado, para propor melhorias que farão sua produção ser mais eficiente.

Exemplificando, temos um serviço executado na Marisol SA, referência no ramo têxtil nacional localizada em Jaraguá do Sul, no âmbito de Eficiência energética em sistemas de climatização, visando economia de energia elétrica.

A expertise da SDS Automação em programação de CLPs e IHMs, bem como o know-how em sistemas de automação que possuem variação de velocidade, do amplo conhecimento na linha de produtos e ser integrador WEG de eficiência energética, com certificação WE³ - Especialista em Eficiência Energética - foram os diferenciais que levaram a SDS Automação a ter envolvimento no projeto e sucesso no mesmo.

Para este projeto de eficiência energética a SDS Automação forneceu a mão de obra de engenharia, no qual foi responsável pelo desenvolvimento do projeto elétrico, bem como a montagem do painel elétrico, desenvolvimento do software e startup. No escopo de fornecimento foram utilizados inversores WEG, modelosCFW500 e CFW300, o controlador lógico programável (CLP) modelo TPW04 e a interface homem máquina (IHM) modelo MT8071iE, habilitada para a conexão de acesso remoto com o software “EasyAccess”.

Foi realizado também a implementação de motores novos nas linhas de climatização, bem como a troca das partidas diretas e Soft starters para partidas por inversor de frequência, no qual houve a possibilidade da variação da velocidade do motor, obtendo assim uma economia de energia elétrica de 35% ao mês e com retorno de investimento estimado em 9 meses. Sem contar a possibilidade de análise de dados, obtidos instantaneamente através da IHM e confiabilidade do sistema.

Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade