Descubra aqui o que são medidas de proteção e sua importância na indústria

30/05/2018

Todos estão suscetíveis à acidentes de trabalho, mas em sua maioria, eles acontecem pela ausência de conhecimento das normas de segurança e ações preventivas. Em razão do histórico crescente de acidentes no trabalho e os grandes e às vezes permanentes impactos causados por eles, a legislação evoluiu suas medidas para proteger os trabalhadores e isso de certa forma, aumentou a responsabilidade da empresa e do colaborador, pois à medida que as empresas investem em segurança, é de responsabilidade das pessoas utilizarem os equipamentos de proteção conforme especificado pela análise do engenheiro de segurança.

 


Principais NR’s da indústria 

As Normas Regulamentadoras, ou NR’s, são um conjunto de procedimentos técnicos que visam a segurança e qualidade de vida no trabalho e que devem ser observadas por todas as empresas públicas e privadas e também por órgãos públicos. Criadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), as normas têm como objetivo reduzir ou eliminar os riscos no ambiente de trabalho e além de ser responsabilidade do empregador de aplica-las é responsabilidade do empregado cumpri-las.

 

Se você ainda não conhece bem as normas regulamentadoras da indústria, nós da SDS Automação desenvolvemos este material com as principais NR’s  que você precisa saber para a sua empresa e aplicar da melhor forma as medidas de proteção na indústria. 


Acompanhe com a gente!

 

 

NR-3 – Embargo ou Interdição

Muito importante na produção civil, montagem e manutenção, a NR-3 na industria é utilizada quando existe risco grave e eminente à saúde e vida do trabalhador. Essa norma visa medidas para que essa situação de risco não prejudique o desempenho, qualidade do serviço e vida do trabalhador.


NR-6 – Equipamento de Proteção Individual (EPI)

Essa norma você provavelmente deve conhecer, pois têm como objetivo definir o uso de equipamentos de proteção individual que o trabalhador necessita para realizar o trabalho de forma segura. É responsabilidade da empresa fornecer os equipamentos em perfeito estado de utilização e exigir que todas as pessoas que realizem esse trabalho de risco utilizem. Hoje, há uma série de EPI’s específicos para cada atividade, é necessário que você análise o seu negócio e os riscos que o mesmo oferece para verificar qual o equipamento é obrigatório utilizar.


NR-10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade

A NR 10 regulamenta todos os serviços que envolvem eletricidade, sendo eles ligados à geração, transmissão, distribuição e consumo, manutenção de instalações ou qualquer outro trabalho deste ramo. Os riscos nas instalações elétricas são muito grandes, por isso essa norma é bem exigente. Um ponto interessante nela é que, se as normas técnicas nacionais forem omissas sobre alguma posição, as normas internacionais respectivas devem ser respeitadas.


NR-12 – Máquinas e Equipamentos

A NR-12 menciona primeiramente sobre medidas de proteção coletivas e individuais nas instalações de trabalho. Essa norma regulamenta os arranjos físicos distâncias corretas de máquinas, equipamentos e dispositivos elétricos. Além do risco de impacto e quedas, visa a segurança das máquinas para prevenir explosões, incêndios e outros tipos de acidentes. Menciona ainda sobre os quadros de energia com portas de acesso sempre fechadas e sinalizadas. Todos os equipamentos dever ser mantidos em bom estado de conservação, identificados e devem atender aos graus de proteção. Resumidamente essa norma abrangem 3 itens:

  • Medidas de proteção coletiva;

  • Medidas administrativas ou de organização de trabalho;

  • Medidas de proteção individual.


NR-15 – Atividades e Operações Insalubres

A norma NR-15 foi desenvolvida visando a preocupação de saúde do empregado em industrias, onde o trabalho é muitas vezes desenvolvido acima dos limites de tolerância, como temperaturas elevadas ou mínimas e/ou ruídos elevados. Esse limite de tolerância é definido como a intensidade máxima ou mínima e o tempo de exposição do trabalhador à essa situação pode causar danos. É sempre importante manter o equilíbrio, se a intensidade de um ruído for muito alta, por exemplo, o tempo de exposição a ele deve
ser o mínimo possível. Nessa norma é extremamente importante o uso de EPI conforme vimos na NR 6.


NR-17 - Ergonomia

A ergonomia são conjunto de disciplinas que estuda a organização do trabalho no qual existe interação entre ser humano e máquina. É importante o estudo da ergonomia, pois as doenças de trabalho são muito comuns e são desenvolvidas a partir da exposição inadequada do trabalhador durante o dia.

 

Essa norma então, ressalta que é importante estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características dos trabalhadores proporcionando conforto. A atividade exercida pelo trabalhador deve-se adaptar às peculiaridades psicológicas e físicas do trabalhador, e não o contrário.


NR-25 – Resíduos Industriais

Essa norma tem como propósito tratar as medidas de destino final dos resíduos industriais, garantindo a segurança dos trabalhadores e também da sociedade e meio ambiente. Os resíduos industriais são frequentes no setor metalúrgico, químico, automotivo, de alimentos, entre outros.

 

Os resíduos considerados perigosos contêm propriedades físico-químicas ou infectocontagiosas, por isso, essa norma frisa bastante a exposição aos produtos químicos e biológicos, que podem causar danos irreversíveis.


NR-35 – Trabalho em Altura

Esta norma tem como objetivo principal estabelecer os requisitos mínimos de proteção para o trabalho em altura, envolvendo planejamento, organização e execução da tarefa, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos.

 

A norma destaca ainda que o trabalho em altura executado acima de 2,00m (dois metros) do nível inferior, pode ser considerado de alto risco. Por isso, realça que a atividade exercida pelo trabalhador deve-se adaptar as peculiaridades da norma, a fim de manter a efetividade e qualidade de vida dos colaboradores. 

 


Importância das medidas de proteção na indústria 

Quando se trabalha fortemente na prevenção e conscientização de acidentes de trabalho a realização das atividades torna-se mais organizada e humanizada. O ganho de produtividade e qualidade dos serviços prestados são bem melhores e as relações no ambiente de trabalho tornam-se mais fortes.

 

Além disso, investir e proporcionar em segurança aos seus trabalhadores resulta em ganhos econômicos para a empresa que evita gastos com indenizações, contratação de mão de obra temporária, máquinas e equipamentos danificados.

 

Um ambiente de trabalho mais seguro gera satisfação aos colaboradores para realizarem suas tarefas. Por isso, além da sua importância, as medidas de proteção na indústria são essenciais para aumento de produção com qualidade.

 

Comentamos aqui algumas NR’s para que possa conhecer um pouquinho do que se tratam, mas se você ficou com alguma dúvida sobre as medidas de proteção que mencionamos ou ainda que conhecer mais, entre em contato com a gente e vamos conversar!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Rua Sérgio Sabel, 247. Ilha da Figueira.

|

(47) 2106-3300

|

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Google+ - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

Copyright 2018 © SDS Automação. Automação Industrial

Financiamento